sábado, 18 de novembro de 2006


ponto inalcançável
quando marcas extraem
de ti reticências
(amor assim parece)

erro prescrito
quando promessas impõem
a ti congruências
(amor assim padece)

2 comentários:

Ivã Coelho disse...

Padecer desse amor infinito. Reticências e congruências: prece perene.

Ótimo!

AbrAÇOs

? disse...

Ow... um dia quero aprender a escrever poemas...
Vc curte o Bukowski? Bem, eu postei um texto recente sobre ele. Grande, melancólico e canalha!
Prazer em conhecer-te!